GNR apreende 1500 vibradores falsificados em mega operação

Engane-se quem pensa que o coronavírus é o único problema a tomar o mundo de ponta. Em Vizela, o tráfico de vibradores contrafeitos é um problema que tem vindo a ganhar força e muitos empresários da indústria têm visto o negócio ser afetado devido à quantidade de vibradores falsificados que circulam nas ruas.

Ernesto Figueiredo, proprietário de uma das maiores empresas de fabrico de vibradores de Santa Eulália, falou sobre o sucedido à imprensa local: “A indústria tem vindo a ser muito afetada. Se com a pandemia o nível de vendas tem baixado imenso, o facto de existir material contrafeito a circular só piora o negócio para todos nós. Não nos podemos esquecer que esta é uma das principais fontes de capital de Vizela”.

Com base nisto, a GNR tem feito pontualmente operações com o intuito de apreender vibradores falsificados e na última, conseguiram apreender uns absurdos 1500, sendo que grande parte das mesmas escondiam os vibradores na mala do carro, no porta-luvas mas duas pessoas foram mesmo apanhadas a conduzir com o mesmo enfiado no ânus.

As autoridades esperam conseguir impedir este surto de tráfico de material falsificado, que em nada ajuda a economia de Vizela.

Nota: Artigo fictício/satírico/humorístico. A informação aqui veiculada não corresponde à realidade, é meramente ficcional.