Vizela: Homem encontrado sem roupa e amarrado dentro do carro depois de sessão de bondage com pr*stituta

As autoridades foram chamadas ao parque de estacionamento de um bar de alterne na freguesia de Santa Eulália e depararam-se com um homem em condições deploráveis no interior do seu carro.

O homem em questão, José Figueiredo, de 56 anos de idade, encontrava-se com olheiras muito salientes, amordaçado, apenas de boxers e de mãos atadas.

Tudo fazia parecer que estávamos perante algum tipo de crime mas assim que José conseguiu falar, depois de lhe terem tirado a mordaça, ele explicou:

“Fui eu que quis estar nesta posição. Estive com uma profissional do sexo numa intensa sessão de bondage e foi o meu desejo terminar nesta posição onde me encontro agora, sendo que tudo o que fiz foi consentido”.

Consta-se que José pagou pelo serviço de uma das prostitutas mais conhecidas de Vizela no que a bondage e BDSM diz respeito e apesar de ele ter admitido que tudo foi consentido, as autoridades viram-se obrigadas a ir falar com a profissional, Cesária Neves.

Ela explicou: “O José é meu cliente há muito tempo e apesar de termos sempre sessões muito intensas, eu própria achei que isto era demais mas ele pediu-me explicitamente que o amarrasse ao carro sem roupa depois de cuidar dele. Ele pagou por 6 horas comigo e entre chicotes, palmadas e mordaças, o seu desejo era mesmo o de acabar vulnerável e submisso no seu carro”.

Ainda assim, consta-se que ambos poderão ser multados porque afinal de contas, os estabelecimentos de alterne ainda não se encontram abertos devido à pandemia e eles quebraram as regras existentes nesse sentido.

O que dizer?